• Vocâ está em: 
  • Home
  • Notícias

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

05/08/2020 - POLICIAIS DA REGIÃO DOS LAGOS NA BRONCA - ESTADO NÃO PAGA TRIÊNIO E NEM PROMOÇÕES

Policiais da Região dos Lagos reclamam falta de pagamentos 

Após um ano, a equipe do SINPOL retornou ontem à Região dos Lagos para conversar com os policiais, ouvir suas queixas e sugestões, além de distribuir a última edição do jornal do SINPOL. Foram visitadas as delegacias de Maricá, Saquarema, Araruama, Iguaba, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio e Arraial do Cabo. Também receberam a visita do SINPOL, a perícia, DPA e IML de Araruama e a Perícia, DEAC e DEAM de Cabo Frio. O delegado Sérgio Caldas, que concedeu entrevista ao jornal e site do SINPOL, e era titular da 126ª DP Cabo Frio, foi transferido para o 7º DPA (Departamento de Policiamento de Área) de Volta Redonda, com a mudança do secretário de Polícia Civil. A equipe estava formada pelo inspetor Denílson, assessor de imprensa, Cláudio José, colaborador, Berenaldo Lopes e motorista, Celso.

Na Delegacia de Saquarema (124ª DP), o inspetor Jair, levantou uma questão que tem preocupado os policiais que já fizeram 60 anos. Ele disse que decretos estaduais e recomendações da OMS e Ministério da Saúde, recomendam que os acima de 60 fiquem em casa durante a pandemia do Coronavírus, visando preservar a saúde dos que estão na terceira idade. Jair citou que professores promotores, juízes e serventuários da Justiça com 60 anos, entre outros trabalhadores da iniciativa privada, trabalham de casa no sistema “Home Oficce ou Remot Work”. Porque nós temos que vir trabalhar, tendo acima de 60? Questionou. “Na mesma situação, estão outros três policiais da DP que estão com 60 ou mais anos” – dispara Jair.

Estado não paga triênio e nem promoção

“Pago um plano de saúde para minha mulher e filho. Não consigo pagar para mim”, diz o inspetor Glayson, que reforça a necessidade do Estado pagar uma boa assistência médica para os policiais e dependentes, já que a policlínica do Estácio, não tem emergência e nem todas as especialidades clínicas. Assim como ele, outros policiais da 118ª DP Araruama fazem coro que um plano de saúde, pago pelo governo, iria vir de encontro às necessidades dos agentes que têm o orçamento impactado com assistência médica particular.

Quanto ao triênio, que o estado deixou de pagar em abril, muitos policiais que têm três triênios, deixaram de receber agora em Julho, 30% que incide em seus vencimentos, já que a cada triênio, o policial tem direito a 10% sobre o salário base – explica o policial Sandro, da 132ª DP Arraial do Cabo. Ele reclamou também da promoção. As que saíram, o governo estadual deixou de pagar as diferenças entre uma e outra classe. “Um inspetor promovido a 2ª classe continua recebendo como inspetor de 3ª classe”, diz o inspetor Sandro, informando que o Estado suspendeu esses pagamentos devido à pandemia do Coronavírus.

O SINPOL se coloca à disposição dos policiais associados, a fim de resolverem  seus pleitos administrativamente ou na Justiça.

Denilson (E) com o inspetor Jair, da 124 DP Saquarema


Delegacia de Saquarema precisando urgente de reparos


(E) Denilson, do Sinpol, e Glayson, da DP de Araruama



Carro se deteriora em frente à DP Araruama


Falta de agentes - processos se acumularem em uma delegacia da Região dos Lagos


Motos apreendidas se estragam na Perícia de Araruama


Arraial do Cabo -  policiais querem plano de saúde


DP de São Pedro da Aldeia com baixo efetivo


Policiais de Saquarema reclamam da demora nas promoções

Fotos

Cláudio José

Berenaldo Lopes