• Vocâ está em: 
  • Home
  • Notícias

30/08/2019 - SINPOL VISITA DELEGACIAS DA REGIÃO DOS LAGOS E ENCONTRA POUCO EFETIVO

 DELEGACIAS DA REGIÃO DOS LAGOS COM POUCO EFETIVO E SEM MANUTENÇÃO

Reportagem: Cláudio Alves

                                     Acima, Geron Verone - 82ª DP Maricá - com Bandeira (E) se queixa das promoções 

O SINPOL esteve visitando as delegacias da Região dos Lagos na última terça-feira, dia 27/08, quando distribuiu o jornal da categoria e conversou com os policiais civis, ouvindo suas queixas e sugestões. Tendo à frente o companheiro, Fernando Bandeira – presidente do SINPOL – acompanhado por Berenaldo Lopes e Claudio José (assessoria de imprensa), as delegacias e órgãos que receberam a visita do Sindicato foram: 82ª DP Maricá, 118ª DP Araruama, 124ª DP Saquarema, 125ª DP São Pedro da Aldeia, 126ª DP Cabo Frio,  129ª DP Iguaba Grande e 132ª DP Arraial do Cabo. Além da perícia, 3ª Corregedoria e DEAC que funcionam no mesmo prédio da Delegacia de Araruama. Assim como a Perícia, DEAM e SEAC  junto à Delegacia de Cabo Frio – totalizando 13 orgãos da Polícia Civil percorridos pela equipe do SINPOL.

Em Maricá (82ª DP), a equipe foi recebida pelo inspetor Geron Verone, que reclamou da demora em sair à promoção de 4ª classe para inspetor de 3ª classe. “Foram quase 10 anos sem ser promovido com uma pontuação exemplar: 30 anos de serviço sem punição, cumprimento de mandados de prisão, elogios operacionais e três medalhas de honra ao mérito” – diz orgulhoso o policial que trabalha readaptado em serviços internos. Ele sofreu uma infecção bacteriana na coluna em 2008 e quase morreu. De acordo com Veron, a maioria do efetivo da 82ª DP está para se aposentar. “Se todos pedissem a aposentadoria ao mesmo tempo, a delegacia de Maricá fechava, afirma o inspetor. Reforçando o que o policial disse, o presidente Bandeira informou que está aguardando reunião com o governador Witzel para apresentar a pauta de reivindicações, entre elas o aumento urgente do efetivo, com a abertura de concurso público para mais inspetores e oficiais de cartório.

Promoções chegam a demorar 10 anos

Outro policial que se queixou das promoções tardias e dos critérios adotados, foi o inspetor Jair Corrêa, da Delegacia de Saquarema (124ª DP). Inspetor de 2ª classe, ele disse que é uma injustiça a promoção por merecimento adotada na gestão da ex-chefe de polícia e atual deputada, Martha Rocha. De lá para cá os “apadrinhados” são beneficiados sem ter que mostrar produtividade. De acordo com ele, as solicitações que fez para pontuação ainda não foram aceitas. Jair entrou com recurso para que prisão em flagrante e cumprimento de mandado seja incluída na sua pontuação. O inspetor Roberto Fernando, delegacia de Araruama (118ª DP), fez coro às queixas do seu colega de Saquarema – ele disse que sua promoção para oficial de 3ª classe demorou 7 anos e retroativa a 2016. “É um absurdo o critério de merecimento sobrepor ao de serviços prestados à sociedade” – concluiu.  O SINPOL informou que na pauta já entregue ao governador foi solicitado mais agilidade e critério nas promoções.

Na delegacia de São Pedro da Aldeia (125ª DP), o SINPOL foi recebido pelo delegado Juaracy que disse lembrar-se da época em que Bandeira foi deputado pelo PDT, eleito em 1982. O delegado disse que hoje há uma quebra de hierarquia na Polícia Civil quanto a entregar a titularidade das DPs a delegados novos, de 3ª classe. “Muitos delegados de 1ª classe estão sendo preteridos pela atual administração da PCERJ. A experiência e conhecimento deveriam contar na hora de preencher as vagas de delegado titular nas delegacias do estado. Porém, não é isso que ocorre, discriminando delegados e policiais mais antigos em cargos de chefia – dispara Juaracy que é delegado adjunto na DP de São Pedro da Aldeia.

Delegado Juaracy (E), de São Pedro de Aldeia, com Bandeira

O inspetor Leandro (C), da 3ª Corregedoria Regional de Araruama, entre Bandeira (D) e Cláudio José

                                                    Jair Corrêa (DP Saquarema) falou do resíduo da diferença da Gratificação de Delegacia Legal, que o SINPOL está defendendo na Justiça


Porta de madeira substitui a de vidro na DEAM de Cabo Frio

Carro enferrujado abandonado no pátio da DP de Saquarema

Delegacia de Araruama virou depósito de motos e carros apreendidos

Carro incendiado apodrece na calçada da 126ª DP Cabo Frio

Fotos: Berenaldo Lopes e Claudio José