• Vocâ está em: 
  • Home
  • Notícias

28/10/2019 - SINPOL VISITA CIDADE DA POLÍCIA E DELEGACIAS DO CENTRO E ZONA SUL

SINPOL VISITA DELEGACIAS DA CIDADE DA POLÍCIA, CENTRO E ZONA SUL

 

O SINPOL tem percorrido as delegacias da capital, distribuindo o jornal e ouvindo as sugestões e reclamações dos policiais. Esteve nos últimos dias, visitando os seguintes órgãos: Cidade da Polícia (CIDPOL), Policlínica, 22ª DP Penha, 37ª DP Ilha do Governador, Delegacia do Aeroporto Internacional (DAIRJ), DPCA, DCAV,DEGRADI, DEAM Centro, ICCE Centro, 6ª DP Cidade Nova, ACADEPOL, 1ª DP Central do Brasil, 4ª DP Presidente Vargas e 7ª DP Santa Teresa. Na Zona Sul da cidade o Sindicato esteve nas seguintes delegacias: 9ª DP Catete, 10ª DP Botafogo, Delegacia do Idoso (Copacabana), 12ª DP Hilário de Gouveia, 13ª DP N.Sª Copacabana, DAS, DEAT, 14ª DP Leblon, Operações Aéreas da CORE e 15ª DP Gávea. E na Zona Norte: 17ª DP São Cristóvão, 25ª DP Engenho Novo, 26ª DP Todos os Santos, 24ª DP Piedade e 23ª DP Méier. Em breve, a equipe estará na Região de Niterói/São Gonçalo, Baixada Fluminense, Região dos Lagos e interior do estado.

Promoção não pode demorar 10 anos

 DECOD / Cidade da Polícia: comissário Alberto elogiou a presença do Sindicato na base

Na DECOD (Delegacia Especial de Combate às Drogas), o comissário Alberto (Foto acima) ao ler o jornal do SINPOL disse que as promoções por merecimento não podem sobrepor as por antiguidade. E tem que reavaliar esses critérios, conta. Uma promoção de oficial de cartório / inspetor de 2ª classe para inspetor ou oficial de cartório de 1ª classe (Comissário) não pode demorar 10 anos ou até mais, como costuma acontecer. O Estado precisa rever esses critérios urgentemente, diz o comissário Alberto, elogiando o trabalho do SINPOL sempre presente na base e nas mobilizações da categoria.

Na Delegacia do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro – DAIRJ – o nosso diretor, Pedro Jesuíno, encontrou mais um de seus ex-alunos na Academia de Polícia, do tempo em que foi instrutor de tiro. O inspetor Maurício ficou muito satisfeito em encontrar seu professor, após 20 anos. Ele também se queixou das promoções tardias e da falta de efetivo em sua unidade.

O inspetor Maurício (sentado) encontra seu ex-instrutor, Pedro Gesuíno, diretor do SINPOL


Sindicato também esteve na Policlínica

Na Policlínica da Polícia Civil, no Estácio, o SINPOL deixou o jornal e conversou com o diretor e vice-diretor, respectivamente Dr.Reginaldo Franklin e Dr. Alexandre Pinheiro. Eles falaram da importância do jornal do SINPOL na divulgação do funcionamento e atendimento da policlínica que vem prestando um serviço diferenciado na prevenção da saúde do policial civil e seus dependentes. Em maio deste ano foi inaugurado o Núcleo de Saúde Mental do Policial (Numespol). Conta com psiquiatras e psicólogos que socorrem o policial em suas angústias e estados emocionais decorrentes da sua atividade profissional. E até dezembro, deve ser implantado o Núcleo de Atendimento Geriátrico e Gerontológico - onde haverá profissionais e médicos que darão todo suporte e acompanhamento nas doenças da Terceira Idade. Apesar de não ter emergência, muitos policiais têm elogiado nas delegacias o atendimento laboratorial feito pelos funcionários, técnicos e médicos da Policlínica da PCERJ, que foi inaugurada em março de 2016, com o fim do Hospital da Polícia Civil na Praça Mauá.
O policial que quiser marcar consulta ligue para: 2334-1352 ou 2334-1354

Os cirurgiões Reginaldo Franklin (E) e Alexandre Pinheiro dirigem a Policlínica