• Vocâ está em: 
  • Home
  • Notícias

01/11/2019 - SINPOL RETORNA À BAIXADA - DELEGACIAS SEM MANUTENÇÃO E EFETIVO

SINPOL esteve na Baixada e encontrou delegacias sem manutenção

O SINPOL  esteve ontem percorrendo as delegacias da Baixada Fluminense, quando entregou o jornal da categoria e conversou com os policiais. Foram visitadas as seguintes delegacias: 55ª DP Queimados, 56ª DP Comendador Soares, 52ª DP Nova Iguaçu, DEAM NI, 53ª DP Mesquita, 57ª DP Nilópolis, e entrando no Município do Rio, a equipe esteve na 31ª DP Ricardo de Albuquerque e 30 DP Marechal Hermes. Em Queimados, encontramos a mesma viatura descaracterizada da época dos jogos Pan-Americanos, de 2007, se deteriorando em frente à DP. Já na 57ª DP Nilópolis, porta de madeira substitui a de vidro que quebrou e não houve reposição do estado. Também constatamos a falta do pessoal que fazia o primeiro atendimento no balcão da DP, hoje feito pelo próprio agente de plantão, sobrecarregando-o. Outro problema é a falta de efetivo. Todas operam com 40% a 50% do efetivo previsto para cada unidade policial.

Ainda em Nilópolis, o nosso diretor Pedro Jesuíno, encontrou o inspetor Ferreira, seu ex-aluno da instrução de Tiro na Acadepol (Foto abaixo) – concurso de 1988. A maioria dos policiais se queixaram do critério de promoção da secretaria de polícia Civil que muitas vezes promove por merecimento esquecendo dos policiais mais antigos. Como dissemos na última edição do jornal do SINPOL, “uma promoção por antiguidade chega a demorar 10 anos ou mais”, conforme relatou ao nosso periódico, o inspetor Geron, da Delegacia de Maricá.

Compuseram a equipe: inspetor Pedro Jesuíno (Diretor), Cláudio José (Assessor de Imprensa), Geordane Souza (Mobilização) e Katião (Motorista).

O diretor, Pedro Jesuíno e seu ex aluno, inspetor Ferreira de Nilópolis

Na 57ª DP Nilópolis porta de madeira no lugar da de vidro

Viatura abandonada em frente à DP de Queimados desde os jogos do PAN 2007