• Você está em: 
  • Home

07/04/2016 - GREVE DE SERVIDORES PARALISA SERVIÇOS

Funcion?rios de 33 categorias do estado, incluindo policiais civis e do Detran, decidem cruzar os bra?os

 

O DIA - 07/04/16

Rio - Servidores p?blicos estaduais de 33 categorias iniciaram ontem uma greve geral contra o atraso no pagamento dos sal?rios e por melhorias nas condi??es de trabalho. Um protesto, promovido pelo Movimento Unificado dos Servidores P?blicos Estaduais (Muspe), reuniu cerca de 8 mil funcion?rios, segundo os organizadores, e deixou o tr?nsito parado na Zona Sul e Centro, com reflexos na Zona Norte.

Os manifestantes sa?ram do Largo do Machado, na Zona Sul, por volta das 16h, e seguiram at? o Pal?cio Guanabara, fechando o tr?nsito na Rua das Laranjeiras e na Pinheiro Machado, no acesso ao T?nel Santa B?rbara.



Segundo a coordenadora do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educa??o (Sepe), Marta Moraes, o motivo principal da paralisa??o ? o atraso dos sal?rios e a possibilidade do parcelamento da remunera??o no m?s de abril. ?N?s (profissionais da Educa??o) est?vamos desde o dia 2 de mar?o em greve, mas hoje todas as demais categorias deflagraram uma greve unificada. Estamos todos juntos?, disse.

Segundo o Muspe, 16 categorias j? estavam paralisadas, entre elas professores e profissionais de setores ligados ? sa?de e ? seguran?a. O Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), que estavam em estado de greve, decidiram paralisa??o de at? 72 horas a partir da zero hora de hoje. Funcion?rios do Detran tamb?m resolveram cruzar os bra?os.

? tarde, o governador em exerc?cio, Francisco Dornelles (PP), recebeu comiss?o de professores e de outras categorias. Ele ainda n?o decidiu como ser? feito o pr?ximo pagamento dos servidores, previsto para o pr?ximo dia 14 (10? dia ?til do m?s). Por enquanto, o estado n?o disp?e dos recursos para pagamento integral de ativos, aposentados e pensionistas. O governo estuda o parcelamento dos sal?rios. Integrantes do governo dizem que ainda esperam autoriza??o do Tesouro Nacional para empr?stimo de R$ 1 bilh?o do Banco do Brasil, o que permitiria pagar os servidores em dia.

?Todos os esfor?os do estado est?o concentrados na busca de recursos que permitam o pagamento do funcionalismo na data estipulada no calend?rio, ou seja, at? o d?cimo dia ?til de cada m?s?, informou, em nota, o governo, que considera o movimento leg?timo, desde que n?o prejudique servi?os ? popula??o?. Os funcion?rios da Justi?a tamb?m aderiram ? greve, apesar de terem recebido sal?rios em dia, por causa de liminar. Eles reclamam da falta de reajuste.

Delegacia s? vai registrar crime grave

O vice-presidente do Sindicato das Policiais Civis do Estado do Rio de Janeiro, ?lvaro Luiz do Nascimento Costa, explica que a categoria vai manter, como manda a lei, um atendimento m?nimo de 30% nas delegacias.

?O atendimento vai ser reduzido e o tempo de espera vai dobrar, no m?nimo. Essa greve n?o ? contra a popula??o, ? contra o descaso do governo do estado. Estamos pedindo ? popula??o que evite ir ?s delegacias, a n?o ser em casos extremos, como um homic?dio, sequestro ou assalto ? resid?ncia com v?tima?, afirmou Costa, lembrando que a paralisa??o vai at? segunda-feira, quando ocorre assembleia da categoria.

A Pol?cia Civil informou, em nota, que, devido ? falta de recursos, suspendeu algumas a??es, como dilig?ncias e transfer?ncias de presos de outros estados. Al?m disso, a corpora??o informou que haver? suspens?o do abastecimento de um ter?o das viaturas. Est?o fora da restri??o a Divis?o de Homic?dios, Coordenadoria de Recursos Especiais, Pol?cia T?cnico-Cient?fica e Polinter.



Detran para alguns servi?os

Funcion?rios do Detran (Departamento Estadual de Tr?nsito), que tamb?m j? estavam em estado de greve, decidiram parar ontem por tempo indeterminado. Eles fizeram outra manifesta??o, pela manh?, em frente ? sede do ?rg?o, na Presidente Vargas, no Centro do Rio.

O condutor que tiver vistoria agendada no Detran, poder? realiz?-la, mas n?o conseguir? retirar a documenta??o nos postos em greve na mesma hora e deve retornar em at? 30 dias, sem necessidade de agendamento. Isso porque os funcion?rios est?o em greve, mas os terceirizados seguem trabalhando.

O ?rg?o ainda informou que os exames pr?ticos e te?ricos de dire??o est?o suspensos, inicialmente, at? amanh?. Na segunda-feira, a categoria deve decidir, em assembleia, os pr?ximos passos da mobiliza??o. Ontem, os postos Barra, URSD da Ilha, DNER, Ceasa, Vila Isabel, Haddock Lobo, Mesquita, Para?ba do Sul, Valen?a, Paty de Alferes, Volta Redonda, B?zios, Macuco, Petr?polis, Barra do Pira?, Casimiro de Abreu e Miguel Pereira tiveram falta de funcion?rios.



Destaques da Semana

24 Novembro
NOTA PÚBLICA SOBRE HOSTILIDADES SOFRIDAS POR JORNALISTA E SINDICALISTAS
Clique aqui para ver mais

Cadastre-me

Desejo receber notícias do SINPOL em meu email!