• Você está em: 
  • Home

28/01/2019 - SINPOL ENTREGA PAUTA AO SECRETÁRIO DA POLICIA CIVIL

(E) Luiz Alberto Prates, Luiz Otavio Antunes, Fernando Bandeira e o Secretário da Policia Civil Marcus Vinicius.

O secretário de Polícia Civil, delegado Marcus Vinícius, recebeu nesta sexta, dia 25, dirigentes do Sindicato dos Policiais Civis (SINPOL) que entregaram a pauta de reivindicações e pediram que o secretário faça ingerências junto ao governador, Wilson Witzel, objetivando atender as reivindicações da categoria. O SINPOL entregou documento de reivindicação contendo os seguintes ítens:

1 - Plano de saúde – Custeado em 50% pelo Estado, e o restante pelo policial civil, já que a policlínica da categoria não tem emergência e sequer internação; os agentes reclamam que em caso de sofrerem um acidente ou serem feridos em combate, são atendidos em hospital público, muitas vezes ficando internado ao lado do marginal;

2 – Atualização salarial: recomposição das perdas inflacionárias dos últimos 5 anos para ativos, aposentados e pensionistas. A revisão salarial é justa. O Sindicato defende que esta correção salarial não é vedada pelo Regime de Recuperação Fiscal (RRF) e nem pela Lei Geral das Eleições, tendo em vista que essas leis só impedem reajuste aos servidores públicos que exceda a recomposição da perda de seu poder aquisitivo ao longo do ano. O SINPOL já notificou da necessidade dessa revisão salarial, ao secretário de Segurança Pública, general Richard Nunes, e ao chefe de polícia, delegado Rivaldo Barbosa.

3 – Regularização do pagamento das metas e do RAS: sempre são pagos com atraso pelo governo estadual;

4 – Sem desconto do IR: Que o governo do Estado não desconte imposto de renda do RAS por ser verba adicional, assim como não é descontado a previdência dessa gratificação que é apenas um complemento salarial;

– Novos concursos - Realização urgente tendo em vista que o efetivo em todo estado é de aproximadamente 9.500 agentes. As leis estaduais 699/83 e a 3586/01 prevêem um efetivo de 23.100 policiais civis;

6 – Aproveitamento dos inativos - Reaproveitamento dos aposentados em condições de trabalhar no serviço ativo, diante da necessidade de preencher as vagas existentes: assim como ocorre na PM e Forças Armadas que aproveitam seus inativos para serviços internos. Desse contingente atual de 9.500, cerca de 30% já recebem abono permanência e estão prestes a se aposentar.

7 – Promoção: menor tempo de progressão entre as classes para a promoção dos agentes. Muitos inspetores reclamam que ficam quase 10 anos sem promoção. Recentemente o Estado ficou dois anos sem promover nenhum policial civil.

O Presidente do SINPOL Fernando Bandeira entrega a pauta de reivindicação e explica alguns pontos  como o reaproveitamento dos aposentados nas delegacias, lei orgânica, revisão salarial, auxílios transporte e alimentação.

 

}


Destaques da Semana

24 Novembro
NOTA PÚBLICA SOBRE HOSTILIDADES SOFRIDAS POR JORNALISTA E SINDICALISTAS
Clique aqui para ver mais

Cadastre-me

Desejo receber notícias do SINPOL em meu email!